ICJ capacita facilitadores para aplicar Rodas de Conversa

Membros e colaboradores do ICJ (Instituto Catarinense de Juventude) participaram da capacitação para a realização das Rodas de Conversa do projeto “Juventude na luta por seus direitos”. O encontro ocorreu em Curitibanos, na Fazenda Recanto do Butiá, durante os dias 29 e 30 de julho, com jovens de seis regiões do estado: Sul, Oeste, Centro-Oeste, Lages, Florianópolis e Norte/Alto Vale. Serão quatro Rodas de Conversa aplicadas em cada uma dessas regiões, totalizando 24. Durante o final de semana a diretoria do ICJ também encaminhou algumas demandas da instituição.

Rodas de Conversa

Durante a capacitação os facilitadores das Rodas de Conversa conheceram o trabalho que o ICJ realizou em 2014 no processo das Rodas de Conversa – projeto ConversAção e livro “Vozes da Juventude Catarinense”; conheceram o projeto “Juventude na luta por seus direitos” e como as Rodas se inserem nele;
aprenderam um pouco mais sobre os conceitos Juventude e Direito, que vão permear as atividades; e vivenciaram, analisaram e fizeram sugestão às Rodas que serão facilitadores.

Até final de agosto eles receberão todo o material para aplicação das Rodas, que ocorrerão de setembro a novembro. A síntese do material para produção de um documento ocorrerá em 2018. A realização das Rodas ocorre em diferentes segmentos, com duas Rodas por segmento: mulheres, negros, LGBTT, rural, indígena, empresarial, meio ambiente, cultural, estudantil, religiosa, trabalhadora e migrante.

A Roda de Conversa tem como objetivo refletir sobre as realidades da juventude em suas diversas especificidades, trazendo presente suas demandas e buscar entender as formas e espaços de participação e organização para transformação destas realidades.

A ação integra o projeto “Juventude na luta por seus direitos: formação e articulação da sociedade civil catarinense para a efetivação de políticas públicas de juventude”, com recursos do FNS (Fundo Nacional de Solidariedade).

Segmentos e regiões que ocorrerão as Rodas
Meio Ambiente: Região de Floripa e Sul
Indígena: Região de Floripa e Oeste
LGBT: Região de Floripa e Meio-Oeste
Religioso: Região de Floripa e Meio-Oeste
Estudantil: Região Sul e Lages
Trabalhadora: Região Sul e Oeste
Migrante: Região Sul e Oeste
Mulheres: Região Norte/Alto Vale e Lages
Negros: Região Norte/Alto Vale e Meio-Oeste
Cultural: Região Norte/Alto Vale e Lages
Empresarial: Região Norte/Alto Vale e Meio-Oeste
Rural: Região Lages e Oeste

Reunião de diretoria

Durante a reunião de diretoria do ICJ os participantes conversaram sobre as ações que estão ocorrendo e também aquelas previstas para os próximos meses. O vice-presidente do Rodrigo Szymanski e o presidente Juliano Carrer foram aprovados como representantes do ICJ na Rede Brasileira de Centros e Institutos de Juventude.

A equipe de Articulação Política relatou como está a participação no Conjuve-SC (Conselho Estadual de Juventude) e ficou responsável por fazer uma proposta para o Fórum Estadual de Políticas Públicas de Juventudes até a próxima reunião, em dezembro (16 e 17).

A equipe das Rodas de Conversa apresentou o que já foi feito até aqui e os próximos passos. Será enviado aos facilitadores um projeto resumido e a metodologia das Rodas, já em formato de e-book. Será criado uma pasta no Drive para todos salvarem os registros das Rodas. Também será criado um folder do ICJ para que os facilitadores levem nas Rodas.

A equipe do curso virtual para conselheiros de juventude ficou responsável de até setembro ter uma posição da capacitação.

A equipe do Seminário Estadual “Violência Juvenil no Estado de Santa Catarina”, que ocorre dia 30 de setembro, em Criciúma, na Unesc, relatou como está a organização do evento. Até o dia 15 de agostos as inscrições estarão abertas e o Seminário começará a ser divulgado.

A equipe de finanças apresentou como estão as contas do ICJ, sendo que foi criada uma comissão para captação de recursos, com João, Adriana, Rodrigo Szymanski, Davi e Fernanda.

Durante a reunião também foi conversado do monitoramento das atividades do ICJ, da próxima assembleia, da pós em Juventude da Facasc e outras demandas.