Garantia de Direitos: Seminário traz debate sobre medidas socioeducativas

Qual o perfil dos adolescentes atendidos pelo sistema socioeducativo? Esta é uma das perguntas que estará em pauta neste sábado (30/9), durante o Seminário Estadual “Medidas Socioeducativas: Desafios para a garantia de direitos”. O evento ocorre no Auditório Ruy Hülse, na Unesc, em Criciúma, a partir das 9 horas, e vai contar com três momentos.

O primeiro deles é a Mesa de Diálogo “Sistema Socioeducativo – Sinase e o perfil do adolescente no sistema socioeducativo”, que contará com a pesquisadora, professora doutora da Unesc Fernanda da Silva Lima, e defensora pública no Estado de Santa Catarina, Ludmila Pereira Maciel.

O evento também trará debates sobre as Medidas socioeducativas em meio aberto e as Medidas socioeducativas em meio fechado.

Garantia de Direitos

“Este olhar para os adolescentes tem sido pautado por informações superficiais e uma tendência da violência enquanto ferramenta de ressocialização. Isso vai contra o processo de educação de todo ser humano, pois violência só gera violência, tanto que o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) traz que as medidas socioeducativas deveriam ter caráter predominantemente educativo”, explica o presidente do ICJ (Instituto Catarinense de Juventude), Juliano Carrer.

O evento é uma realização do ICJ, com apoio da Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense). As inscrições podem ser feitas pelo site www.icj.org.br/seminario

Mais informações pelo e-mail secretaria@icj.org.br.

Qual o custo?
A taxa de inscrição é de R$ 11 reais por pessoa. O valor dá direito a emissão do certificado e contribui para o café que será ofertado. O seminário é financiado pelo Fundo Nacional de Solidariedade da CNBB.